Tabela Periódica de Nutrição de Safras

Aprenda sobre os 17 nutrientes essenciais para as plantas e a importância de cada um deles para obter uma planta saudável. Todas as culturas necessitam de uma quantidade adequada de cada um destes 17 nutrientes para atingir melhores resultados de produtividade. De acordo com a Lei do Mínimo, se há falta de um ou mais nutrientes no solo, a produtividade será reduzida, mesmo que haja uma quantidade adequada de outros nutrientes disponível. A produtividade pode ser limitada pelo elemento que está menos disponível no solo, então é importante entender quais os nutrientes-chave necessários para fazer sua safra triunfar.

  1. N Nitrogênio 7
  2. P Fósforo 15
  3. K Potássio 19
  4. Mg Magnésio 12
  5. S Enxofre 16
  6. Ca Cálcio 20
  7. B Boro 5
  8. Cl Cloro 17
  9. Mn Manganês 25
  10. Fe Ferro 26
  11. Ni Níquel 28
  12. Cu Cobre 29
  13. Zn Zinco 30
  14. Mo Molibdênio 42
  15. H Hidrogênio 1
  16. C Carbono 6
  17. O Oxigênio 8
  • Macronutrientes
  • Nutrientes Secundários
  • Micronutrientes
  • Elementos Não-Fertilizantes
  • N Nitrogênio

    Nitrogênio (N) é essencial para o crescimento da planta e é parte de toda célula viva. Necessário para a síntese da clorofila, as plantas absorvem grande parte do N a partir de íons como o amônio (NH4+) ou o nitrato (NO3-). Além disso, pode ocorrer absorção de uréia diretamente pelas folhas e outras pequenas quantidades de N são obtidas de outras fontes como aminoácidos diluídos em água.

  • P Fósforo

    Um dos três principais nutrientes, o fósforo (P) é essencial para o crescimento da planta, devendo estar acessível à planta para que o ciclo de produção normal seja completado. As plantas absorvem o P do solo na forma de ortofosfatos primários e secundários (H2PO4- e HPO42-).

  • K Potássio

    Potássio (K) é um dos nutrientes essenciais e é absorvido em grades volumes pelas plantas. Potássio é essencial para fotossíntese, síntese de proteínas e muitas outras funções nas plantas. É classificado como um macronutriente, da mesma forma que nitrogênio (N) e fósforo (P). As plantas absorvem o K em sua forma iônica (K+).

  • Mg Magnésio

    Escondido no centro de cada molécula de clorofila está um átomo de magnésio (Mg), tornando esse nutriente essencial na fotossíntese. O magnésio também ajuda o metabolismo do fosfato, na respiração da planta e na ativação de muitos sistemas de enzimas.

  • S Enxofre

    Enxofre (S) é parte de todas as células vivas e um importante elemento para a formação de proteínas. Diferentemente de outros nutrientes secundários, como cálcio e magnésio (absorvidos pela planta na forma de cátion), enxofre é absorvido principalmente na forma do ânion de sulfato (SO42-), mas também pode penetrar as folhas das plantas a partir do ar, na forma do gás dióxido de enxofre (SO2).

  • Ca Cálcio

    Cálcio (Ca) é encontrado ao nosso redor, sendo que a própria existência de plantas e animais depende desse elemento. As plantas absorvem cálcio na forma do cátion Ca2+ e, uma vez dentro da planta, o cálcio funciona de várias formas.

  • B Boro

    Boro (B) é um micronutriente essencial para a formação das paredes celulares e para os pontos de crescimento rápido dentro da planta, tais como as estruturas reprodutivas. Um aspecto interessante é que plantas mais evoluídas necessitam de boro, enquanto que animais, fungos e microorganismos não tem necessidade desse nutriente.

  • Cl Cloro

    As plantas absorvem cloro (Cl) na forma do ânion cloreto (Cl-). É ativo em reações de energia nas plantas. A maior parte do cloreto encontrado nos solos provém de sal retido em materiais geológicos (formações rochosas), aerossóis marinhos e emissões vulcânicas. Classificado como um micronutriente, o cloro é exigido por todas as plantas em pequenas quantidades.

  • Mn Manganês

    O manganês (Mn) atua principalmente como parte dos sistemas enzimáticos das plantas, ativa diversas reações metabólicas importantes e desempenha um papel direto na fotossíntese. O manganês acelera a germinação e a maturidade, aumentando também a disponibilidade de fósforo (P) e cálcio (Ca).

  • Fe Ferro

    Ferro (Fe) é essencial para o crescimento das plantas e produção de alimentos. As plantas absorvem ferro na forma do cátion ferroso (Fe2+). O ferro é um componente de muitas enzimas associadas à transferência de energia, redução e fixação de nitrogênio e formação de lignina.

  • Ni Níquel

    Níquel (Ni) foi acrescentado à lista de nutrientes essenciais das plantas no final do século 20. As plantas absorvem o níquel na forma do cátion bivalente Ni2+. É exigido em quantidades muito pequenas, sendo que o nível crítico parece ser 1,1 parte por milhão (PPM).

  • Cu Cobre

    O cobre (Cu) ativa enzimas e catalisa reações em diversos processos de crescimento das plantas. A produção de vitamina A está intimamente ligada à presença de cobre, que também ajuda a assegurar a correta síntese de proteínas. Classificado como um micronutriente, o cobre é necessário apenas em pequenas quantidades para a sobrevivência da planta.

  • Zn Zinco

    Zinco (Zn) é absorvido pelas plantas na forma do cátion bivalente Zn2+. Foi um dos primeiros micronutrientes a ser reconhecido como essencial para as plantas e um dos que mais limita a produtividade das culturas. Embora seja exigido apenas em pequenas quantidades, não é possível obter alta produtividade sem o zinco.

  • Mo Molibdênio

    Molibdênio (Mo) é um oligoelemento encontrado no solo. É exigido para a síntese e atividade da redútase de nitrato das enzimas. Molibdênio é vital no processo de fixação de nitrogênio (N) simbiótico pela bactéria Rhizobia nos módulos radiculares de leguminosas. Considerando sua importância, os casos de deficiência desse elemento são raros na maioria das áreas de cultivo.

  • H Hidrogênio

    O hidrogênio (H), derivado quase que totalmente da água, é um dos 17 nutrientes essenciais ao crescimento das plantas. Hidrogênio, em conjunto com o carbono e o oxigênio, são os três elementos primários utilizados pelas plantas em grandes quantidades, sendo que atuam como elementos construtivos no crescimento das plantas.

  • C Carbono

    O carbono (C) é responsável pela vida na Terra. O dióxido de carbono (CO2) liberado na atmosfera é reciclado infinitamente como parte do ciclo do carbono. As plantas absorvem CO2 do ar e usam o carbono para energia, ajudando a construir compostos biológicos essenciais, tais como carboidratos e proteínas.

  • O Oxigênio

    O oxigênio (O) é responsável pela perspiração celular das plantas. As plantas adquirem oxigênio dividindo o dióxido de carbono (CO2) durante a fotossíntese e liberam a maior parte como um subproduto desnecessário, poupando uma pequena parte para energia futura.

Leia nossos AgroInfos >>

Resultados agronômicos Mosaic

agrisight
©2014-2015 Mosaic Fertilizantes do Brasil. Todos os direitos reservados.
The Mosaic Company