Share This
/soiltest3.jpg

Adubação de Cobertura de Fósforo e Potássio

Adubação de cobertura é uma estratégia comum para manter o nível de nutrientes no solo durante o desenvolvimento da lavoura. Para calcular a quantidade necessária para esta manutenção, os produtores precisam saber a quantia total de fósforo (P) e potássio (K) exportados e extraídos desde a última aplicação ou análise de solo.

A aplicação de adubação de cobertura são utilizadas quando os níveis de nutrientes no solo estão abaixo dos desejados ou em plantações sem histórico de informações sobre o solo. Neste último caso, a cobertura mantém o solo em um padrão seguro enquanto o produtor aguarda o resultado das análises de fertilidade do solo. Como a manutenção é uma parte importante da gestão de nutrientes, conhecer o que estas aplicações conseguem ou não fazer ajuda os produtores a tomarem decisões bem informadas. Utilize os passos abaixo no seu plano de adubação de cobertura para P and K:

· Olhe o histórico para melhor a acuracidade. Freqüentemente, produtores conduzem a adubação de cobertura de acordo com a produtividade esperada das safras de sucesso, ou seja, visando o resultado final. A dificuldade disso é que as safras futuras sempre são desconhecidas. Se as safras vierem abaixo do esperado, você terá aplicado fertilizantes demais. Se elas vierem acima do esperado, você terá aplicado menos que o necessário. Para melhorar a acuracidade, verifique os dados históricos das aplicações de P e K das safras já colhidas. Calcular a extração de nutrientes das safras anteriores e aplicar as quantidades balanceadas de fertilizantes é o melhor método para evitar a falta ou os excessos no momento da aplicação.

· Determine sua meta para os níveis de nutrientes. Como a adubação de cobertura tem o objetivo de manter os níveis de nutrientes no solo, assegure-se que as análises de solo são atuais e refletem os níveis reais de nutrientes no solo. Áreas de baixa fertilidade continuarão em baixa e áreas de alta fertilidade se manterão em alta. Quer diminuir os níveis do seu solo? Se sim, aplique menos nutrientes do que a sua última extração. Se você quiser aumentá-los, aplique mais.

· Conheça os riscos financeiros.Adubação de cobertura nem sempre apresenta a melhor lucratividade a curto prazo. Se os níveis de nutrientes no solo já estiverem altos, a resposta da lavoura à adição de nutrientes não será tão alta e a margem de aumento da lucratividade também será menor a curto prazo. No entanto, em solos com níveis baixos de nutrientes a possibilidade de ganhos em produtividade e, consequentemente, lucratividade são bem mais altas. Na verdade, em níveis de fertilidade baixíssimos, In fact, at very low soil test levels, taxas de rentabilidade de fertilizantes excedem as taxas de manutenção, e aplicações deficientes podem fazer com que o potencial de lucratividade seja perdido.

· Conheça os riscos para gestão das variações nas análises de solo. As aplicações de manutenção feitas em solos com altos níveis de nutrientes para suprimir qualquer resposta extra possível pode não ser percebida em análises de fertilidade de uma área específica. Certifique-se de conhecer a variabilidade dos testes para previnir excessos corretivos do solo da lavoura.

Prestar atenção a estes aspectos da adubação de cobertura pode ajudar produtores e seus conselheiros a melhorar suas decisões em relação à sua plantação. 


Fonte: Dr. T. Scott Murrell, Diretor do IPNI região centro norte. Email: smurrell@ipni.net.  

Topics:
Fertilizer_Application;Nutrient_Management

 
Leia nossos AgroInfos >>

Resultados agronômicos Mosaic

agrisight
©2014-2015 Mosaic Fertilizantes do Brasil. Todos os direitos reservados.
The Mosaic Company